Nós e nossa cara de palhaços

24 12 2009

A cada novo dia cresce a percepção de que boa parte da classe política trata a nós, eleitores, como palhaços. Para muitos, política é apenas um circo mambembe onde desempenham papéis. Não sei se alguém já foi assistir alguma encenação nestes circos que andam pelas periferias ou visitam as cidades do interior. São situaçõs grotescas, onde o público se deleita não pela qualidade do espetáculo, mas exatamente pela parte ‘bufa’, pelo erro, pelo grotesco.

Esta é a imagem que se consolida quando observamos de modo desapaixonado o comportamento dos políticos aqui do DF flagrados no episódio da corrupção e do mensalão do Demo. Ao contrário do que teima em veicular boa parte da mídia, não é similar o episódio que envolveu o PT e agora o Demo e o Pmdb e antes já havia colocado o Psdb no rol dos malfeitores.

Imaginemos, por mais impossível que seja (até por sua formação pessoal) se houvesse qualquer imagem de deputados ou senadores recebendo dinheiro durante aquele período no qual houve a tentativa de golpe contra o Governo Lula/PT. Imaginemos se houvesse uma assinatura trocando apoio financeiro por comprometimento publicitário. Imaginemos se houvesse uma Lista de Furnas… A mídia teria incendiado este País com a sua versão apenas.

No caso do DF, há deputados pegando dinheiro (filmagens sãotambém no tempo do Governo Roriz), botando nas meias, há um governador pegando dinheiro, há pessoas indicadas pelo vice-governador fazendo o reparte, há menção específica sobre a voracidade por dinheiro do vice… e a mídia silencia.

Este espisódio de ontem, quando o patético Leonardo Prudente ‘pede’ desfiliação e anuncia que vai voltar à Presidência da Câmara Legislativa é destas coisas vergonhosas, enojantes e que mostram o desprezo que certas pessoas tem para com a sociedade. E os outros… inclusive o vice, Paulo Octávio?

E o que vai fazer o Pmdb que teve uma meia dúzia de seus ‘históricos’ flagrados com a mão na grana? E a Executiva Nacional não vai investigar as denúncias contra Michel Temer? O que será que eles temem?

Neste episódio todo, lapidar foi APENAS o comportamento do Psb, que defenestrou de seus quadros alguém citado em conversas e com uma prática adesista ao Governo Arruda que sempre gerou suspeitas.

Nós somos, definitivamente palhaços…

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: