Virulência e desespero

24 05 2010

A caixa de mensagem dos meus e-mails – uso um específico para cada um dos meus instrumentos de comunicação, além de outro pessoal – andam revelando uam realidade: na exata proporção da estagnação (e regressão) do Serra e o crescimento continuado da aceitação do nome de Dilma Rousseff percebe-se um aumento do preconceito, da continuada agressão pessoal e do questionamento acerca das razões de defender o nome dela (Dilma).
É patético perceber, mas estes textos agressivos são, para mim, o melhor termômetro de que a ‘casa’ deles está caindo. Na realidade, pela forma deselegante com que escrevem, a forma vulgar como acusam, percebe-se que eles se informam da Globo (Miriam Leitão), da Veja, Folha e outros mecanismos de desinfomação.
É como se, de repente, todos eles seguissem o mesmo enfadonho roteiro de argumentos que são a expressão grosseira de sua incapacidade de ver a realidade. Dia destes, um médico (pobre de seus clientes) mandou agressivo e-mail perguntando sobre se eu continuaria sendo pró-Dilma se acaso ela tivesse matado um irmão meu. Tive um ataque de riso, porque pelo que sei a Dilma jamais matou alguém (a não ser aquele fuzilamento que ela perpetrou no senado contra um senadorzinho de segunda linha e filiado ao Demo).

Procurei responder ponto por ponto, destacando aquilo que eu considero cegueira e estupidez em quem não aceita ver que a realidade mudou. Perguntei a opinião dele acerca do Gabeira e a resposta foi lapidar: ah, mas o Gabeira já se arrependeu.

Como discutir com alguém assim?

Existem alguns focos emissores constantes de ataques e a gente percebe que seguem todos uma mesma matriz e linha de raciocínio. Quando se parte para a desconstrução destas verdades, revelando quais são os personagens de cada um das farsas, a baixaria se torna ainda mais intensa.

E como esta onda pró-Dilma não vai parar porque ela é a favor do Brasil, é certo também que a turma vai ficar cada vez mais ácida nas mensagens, buscando novas mentiras. Não perceberam ainda que o grande diferencial dos dias de hoje é que o povo deixou de ser cego e manipulado por eles.


Ações

Informação

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: