O triste fim de Augusto Carvalho

31 05 2010

Acostumado a atuar e negociar nos bastidores longe dos holofotes, aos quais recorria apenas para mostrar um discurso ético e puro, Augusto Carvalho vê ruir a cada dia a imagem que meticulosamente tratou de criar. Exemplo da imensa distância entre o real e o fictício se deu em sua desastrada passagem pela Secretaria de Saúde do GDF onde tratou de contribuir para a destruição do já frágil sistema de saúde pública do DF. Inclusive passando o Hospital de Santa Maria, construído com recursos públicos, para uma ONG que já havia sido escorraçada da Bahia por não prestar serviços de qualidade.

A mais recente descoberta das digitais de Augusto aponta para sua tentativa de interceder no processo de escolha do novo presidente do BRB. Ao constatar a impossibilidade de garantir um lugar de destaque ao seu protegido Ayres Hypólito – que tinha sido diretor do BRB e presidente do Cartão BRB no Governo Arruda – ele resolveu atacar as escolhas de André Clemente (Secretário de Fazenda do GDF na gestão Rosso). Seu périplo começou ao sondar Nilban de Melo Júnior, futuro presidente do BRB, acerca da possibilidade de colocar Ayres no lugar de Alair Vargas. Não conseguiu.

Toda sua ira estava centrada contra a indicação de Alair Vargas, pelo desejo de ocupar espaço na nova diretoria do BRB. Ao não ter nada para provar contra ele, resolveu desqualificá-lo tanto junto a Nilban como junto ao governador Rosso com o epiteto de que se tratava de um petista. Ou como disse um colunista pró-Roriz: petista de carteirinha.

Desesperado, Augusto Carvalho, que é funcionário do BB, buscou a mídia para disseminar informações insidiosas – entre as quais, a informação mentirosa de que o convite para que Alair assumisse a DTVM-Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários tinha sido negociado por Érika Kokay. Além de demonstrar todo seu desespero, a ação de Augusto Carvalho ajuda a desvendar um pouco mais do perfil deste político que se esmerou em atuar na calada da noite. Sempre tentando não ser visto e nem notado. A máscara continua caindo…

Uma dos pontos positivos, inclusive, é o fato de haver um reconhecimento à capacidade de trabalho dos servidores do BRB, com a indicação de muitos deles, de carreira, para as diretorias – o que significa uma efetiva valorização do quadro funcional.

O que Augusto ainda não percebeu é que seu tempo e seu modo de fazer política acabaram – hoje, não há mais espaço para a hipocrisia.

Anúncios

Acções

Information

4 responses

1 06 2010
Marcelo Lima

Eu só queria entender as razões pelas quais este sujeito, sem nunca ter feito nada em favor do Guará, consegue fisgar uns 15 mil votos de otários a cada eleição nesta cidade. Mas agora, vai faltar voto pra ele…

2 06 2010
Antonio Silvestre Lima

Prezado,
Fico achando muito estranho, esse seu comentário. Há tempos o peleguismo existente no sindicato ao qual tem apoio está em suas entranhas. E a verdadeira época de ouro em tempos de Augusto Carvalho como presidente, não via o senhor por aqui, o que acontecita aquela época? Por que o nobre não se preocupa em como já iniciou lutar por passe livre realmente no contexto?

Aliás sobre o presidente o BRB, o mesmo não até poucas semana, chefe de gabinete da então deputada Érica Kokay? Que comanda a pasta do sindicato dos bancários? Por que citar o Augusto Carvalho como tal?

Aguardo anciosamente sua resposta, e que ela seja publicada aqui no mesmo espaço.
Atenciosamente
Antonio Silvestre Lima

2 06 2010
passelivreonline

Seu e-mail é estranho, confuso. Mas, o que esperar de alguém que pretende defender Agusto Carvalho?
Mesmo assim, vamos por partes.
Acho que você ainda não entendeu que aqui está a versão online do Jornal Passe Livre (e também o blog), que circula desde 1998, com tiragem semanal de 60 mil exemplares. A confusão é tamanha que não é possível entender o que você pretende dizer.
Outro engano: quem era chefe de gabinete de Érika não é o futuro presidente do BRB.
Sobre o Sindicato dos Bancários, quem o comanda é Rodrigo Britto.
Cito e confirmo: Augusto Carvalho tentou interceder junto ao Secretário de Fazenda e também junto ao Governador Rosso para emplacar um seu apaniguado.
Se precisar de mais alguma informação, é só perguntar – mas antes, por favor faça um texto legível para que eu possa responder.

2 06 2010
O triste fim de Augusto Carvalho « BloNews

[…] completa aqui : Artigos, Passe […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: