Pepe Mujica: O que seria do mundo sem os militantes?

29 09 2010

Ao fazer minha ronda diária pelos blogues nos quais busco oxigenar minha alma e alimentar o coração, me deparei no Cloaca News com esta preciosidade: um discurso de José Pepe Mujica – militante e presidente do Uruguai.
É de emocionar e nos induz a uma necessária reflexão e a uma natural conclusão: o que a direita brasileira, encastelada nos meios de comunicação e vivendo sob as sombras do obscurantismo de segmentos do Judiciário.

Eis a tradução – ainda que se perca o sentido poético e a densidade emocional que certas definições só consigam exprimir em sua língua de origem:
“Que seria deste mundo sem militantes?
Como seria a condição humana se não houvesse militantes?
Não porque os militantes sejam perfeitos, porque tenham sempre a razão, porque sejam super-homens e não se equivoquem. Não é isso.
É que os militantes não vem para buscar o seu, vem entregar a alma por um punhado de sonhos.
Ao fim e ao cabo, o progresso da condição humana depende fundamentalmente de que exista gente que se sinta feliz em gastar sua vida a serviço do progresso humano.
Ser militante não é carregar uma cruz de sacrifício.
É viver a glória interior de lutar pela liberdade em seu sentido transcendente”.

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: