Vítimas de pedofilia querem protestar no Vaticano

31 10 2010

Chove em todo o DF.
Segundo amigos e companheiros, é baixíssimo o índice de votação.
Conversei com o dono da Exata, empresa de pesquisas aqui no DF e que está em campo fazendo pesquisa de boca de urna acerca dos resultados. Não sabe ainda qual o impacto de tanta água que cai no DF no resultado da eleição.
Mas não deixa de ser preocupante.
O horário definidor é entre 11h e 13h. Quando o fluxo de votantes é maior. Eu voto, como sempre, às 16h. É meu ritual. Desde o começo dos anos 80, quando votei pela 1º vez, lá em Candelária – no Ginásio Agrícola Gaastão Bragatti Lepage. Olívio Dutra, para governador do RS – naquela eleição, o eleitor tinha que votar em candidatos do mesmo partido para todos os cargos. Lembro ter votado também em Raul Pont para o Senado. Os demais votos, não lembro mais – absurdo dos absurdos esquecer os votos colocados na urna. Em 1982. São apenas 28 anos…
Mas nesta manhã de domingo, enquanto preparo aos poucos a edição do Jornal Passe Livre que deverá circular hoje aqui no DF, andei sapeando pela internet e descobri uma matéria muito interessante. O papa pode não tratar deste assunto. A mídia brasileira pode não tratar deste assunto – só de quando em vez o tema da pedofilia vem à tona. Mas está aí a matéria. Vale a pena conferir.

31/10/2010 – 09h25

Vítimas de pedofilia querem protestar no Vaticano

CIDADE DO VATICANO, 31 Out 2010 (AFP) -Vítimas de padres pedófilos de vários países querem protestar na tarde deste domingo na entrada do Vaticano, para denunciar a lentidão e a falta de transparência da Igreja Católica a respeito destes escândalos.

Centenas de vítimas e familiares são esperados na manifestação, organizda pela associação italiana de vítimas do instituto Antonio Provolo para Crianças Surdas-Mudas e um grupo de vítimas dos Estados Unidos, o Survivors Voice (www.survivorsvoice.org).

O protesto está programado para as 17H00 locais (14H00 de Brasília) diante do castelo de Sant’Angelo, a centenas de metros do Vaticano.

Os manifestantes, procedentes dos Estados Unidos, Austrália, Bélgica, Holanda e Grã-Bretanha, pretendem sair em passeata em seguida rumo à praça de São Pedro.

“É hora de agir. Esperamos desmonstrar a dissimulação (da Igreja) e fazer com que as crianças que sofrem abusos em todo o mundo recebam ajuda”, declarou à AFP Bernie McDaid, co-fundador da Survivors Voice e vítima de um padre quando era criança.

“Não se trata de um ataque contra a fé nem a religião, é uma questão de conduta e de ética”, disse Marco Lodo Rizzini, porta-voz da associação de vítimas do Instituto Antonio Provolo de Verona.

Funcionários (padres e laicos) deste instituto católico foram acusados de abusos contra 67 crianças surdas-mudas entre os anos 50 e 1984.

O Vaticano mantém prudência a respeito da manifestação, mas proibiu o acesso do protesto à praça de São Pedro. (Folha Online)

Anúncios

Acções

Information

One response

6 11 2010
aldair alfredo zuse

alfredo, desculpe-me por usar um espaço diferente para entrar em contato, mas gostaria que me enviasse um endereço para troca de mensagens; estou tambem com um programa na radio princesa, aos domingos, das 14:30 ate as 19:hs. pode se acessado por http://www.princesacandelaria.com . nos e tua mae mandamos abraços.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: