Taça das Bolinhas: Serra é o vencedor

1 03 2011

Pesquisa realziada pelo blog do Passe Livre mostrou que, para os internautas, a famigerada Taça das Bolinhas – razão de antiga disputa entre Flamengo e São Paulo e cuja discussão ganhou força com a ordem da Globo para que a CBF reconhecesse o título do Flamengo de 1987 – quem merece levar o troféu para casa é José Serra.
Foi o seguinte o resultado geral:
1 – José Serra com 48,78%
2 – Rede Globo com 21,95%
3 – Flamengo com 14,63%
4 – São Paulo com 12,2%
5 – Eurico Miranda com 2,44%
Ou seja… aqui, Serra, o azedo, venceu!





Lembranças de um olhar diante do portão do cemitério

1 03 2011

Terça-feira! Dia de fechar as edições do Correio do Metrô e do Passe Livre. Mas eis que de repente me vem uma saudade sem fim de quem já se foi, mas segue vivo em voz, gestos, imagens e ensinamentos dentro de mim. São os golpes da vida…

A saudade

Alfredo Bessow

Era um fim de tarde,
talvez setembro se bem me lembro
ou quem sabe abril – como saber?
Era um fim de tarde destes quando o sol
espicha sombras a chamar a noite
Ali paramos, de a cavalo, em silêncio…
Um portão de cemitério é sempre gelado
por mais mãos que o toquem e abram
ele sempre fecha, como sina ou destino

E ali, olhamos e vi teus olhos
na única vez em que choraram
e quando negaciei o corpo pra apear
dissestes apenas que esperasse
que teu coração já estava voltando

De repente lanhastes a espora no pampa
que se bandeou num galope largo
como a carregar bem mais que meu pai
E me fui, a trote seguindo rastros
e colhendo ensinamentos

Hoje, quando chego no portão
do mesmo cemitério pra te rever
eis que te vejo sempre de novo
a me dizer: teu coração me visita
nos fins de tarde quando o sol
espichando sombras a nos juntar

Na distância do que jamais podemos ser
a cada dia o caminho constrói
um reencontro – a galope, a trote
nestas marcas do que somos
e que depois serão de outros
que hoje me acompanham em silêncio
diante do portão do cemitério…