Um pouco de luz para assustar quem vive das trevas

9 03 2011

Nasci no campo e cedo aprendi com meu pai que o meio mais seguro de evitar que as ratazanas não atacassem milhões, arroz, feijão e outros produtos guardados no galpão (paiol) era deixar a luz entrar nestes ambientes. Assim também é com as baratas, que vivem em esgotos e bueiros – basta tirar a tampa e correm desesperadas de um aldo para outro. É de lá que vem a expressão: correndo feito barata tonta.
Foi lembrandod e meu pai que resolvi tomar uma atitude e, pela reação, vejo e pressinto que se trata da mais correta: como os vermes continuam valçendo-se das redes sociais, dos grupos de debates e listas das quais faço parte para continuarem com a disseminação de mentiras e ataques furibundos e ensandecidos, tomei a decisão de passar a publicar tais aleivosias, tais diatribes no blog.
A publicação de um – que pode ser lido no link https://passelivreonline.wordpress.com/2011/03/03/a-direita-e-incansavel-e-burra/ – gerou reações de ameaças, arrogância, ódio e rancor. Mas tenho para mim que colocar estas visões e estes ataques doentios diante da opinião pública, disseminá-las para que mais pessoas saibma o que está sendo ‘distribuído’, é parte do processo de debater estas posições.
Longe de mim debater ou defender esta ou aquela bandeira. O que eu considero fundamental é que as pessoas debatam estes assuntos como parte de um processo dialético, não vociferando aleivosias e destilando e insuflando o ódio. Escrevi, e pode ser pesquisado neste blogue, um texto sobre os riscos de vivermos em um País sem uma oposição séria. Disse, inclusive, que o grande problema do Lula foi o fato de a oposição ter deixado de fazer política e se prestado ao papel de boneco manipulado pela mídia e pelas grandes corporações privadas.
O diacho é que este povo da oposição e seus porta-vozes obscuratistas não aprenderam com as sucessivas surras que levou. Perderam o rumo e o eixo e hoje observam, sem forças, a consolidação do projeto político que teoricamente deveria ter sido implantado pelo PSDB. Tenho para mim que o PT hoje domina o centro da cena política nacional, assumindo uma visão social-democrata – enquanto que a turma do Psdb e as exéquias do Demo e do PPS migram céleres para a extrema direita.
Por esta razão, volto a dizer: faz falta ao Brasil uma oposição política, uma alternativa de poder, um projeto diferenciado. Tanto é verdade a barafunda na qual os tucanos se meteram que a campanha do Serra chegou a usar imagens do Lula e em muitas eleições estaduais – mesmo aquelas vencidas por candidatos da extrema-direita, como no Paraná, SC, SP, MG e outros – os candidatos diziam que tinham boas relações de amizade com o Governo Lula.
Posso ser enfadonho e repetitivo, mas não vou desistir e nem mudar de batida: falta uma oposição política, um projeto alternativo para o País – para que a sociedade tenha como cotejar os dois (ou mais, se for o caso). Mas este projeto não emergirá,a na minha visão, destes grupos que hoje estão postados nem na extrema-direita (Psdb, PPs, Demo, PV e um sem fim de agremiações mais parecendo balcões de negociatas fisiológicas) e nem na extrema-esquerda (Pstu e Psol). E não emergirá porque os dois campos assim antagônicos pautam sua ação muito mais de olho na repercussão junto da mídia do que preocupados em mostrar para a sociedade que existem outras variáveis, outros caminhos.
Em relação aos textos do meu e-mail, volto a repetir e reiterar: eles serão sempre publicados, porque eu sei, afinal de contas nasci no campo e lembro bem de muitas das lidas campeiras, que elas não toleram a luz, nem a claridade.


Ações

Informação

3 responses

10 03 2011
Dandi

Excelente texto, amigo. Acredito que só com uma terceira via e fora da força do poder político possa fazer florescer um novo caminho. Como salientou em seu texto, as duas extremas só se pautam no que está acontecendo no poder hoje e não em reinventar a Política ou trazer novas soluções a velhos problemas. Acredito que só mesmo um levante popular poderá fazer com que o Brasil possa ter novos horizontes em seu futuro. E só com medidas como este texto e todo o restante de homens comuns que tiram seu tempo para debater sobre política que poderemos passar este vírus da conscientização para outros brasileiros.

Abraços!

10 03 2011
Ricardo

Parabéns pelo texto e pelo blog.

O que acho fantástico mesmo é que nesses comentários odiosos eles sempre batem numa mesma tecla: “o povo sem cultura que recebe bolsa-esmola”. Quem são essas pessoas que escrevem isso, eu me pergunto? Eles são aqueles leitores da Veja, que ficam horrorizadas com aquela capa que tinha uma negra segurando um título de eleitor com a chamada “ela vai decidir o futuro do Brasil”? Eles acham o que, que aquela negra é sem cultura porque não assiste o programa do JÔ? Que eles são lubridiados por programas sociais, e “tontos que são”, não conseguem decidir por si mesmos e seu futuro?

Tenho nojo dessa direita facista, que bate em professor, incita o ódio contra os movimentos sociais e as minorias.

Quem dera tivesse mesmo uma oposição madura ao projeto atual do PT. Isso teria um valor inestimável para consolidar uma democracia ainda muito frágil.

10 03 2011
passelivreonline

Obrigado por seu comentário.
Depois que postei aqui no blog, devem ter tirado meu nome das listas deles.
Mas se alguém receber algum texto deles, pode me passar que eu publico.

Deixe uma Resposta para passelivreonline Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: