Nova pesquisa confirma Agnelo em 1º

1 10 2010

Em fase final de tabulação e checagem, a pesquisa Exata realizada em todo o DF entre os dias 29 e 30 de setembro será oficialmente divulgada amanhã – mas os números consolidados indicam que Agnelo Queiroz (PT) lidera com 46,9% das intenções de voto, Weslian (PSC) tem 24,6% e Toninho (Psol) chegou a 11,2%.
Abstraindo-se nulos, brancos e indecisos, Agnelo tem 56.2%, Weslian 29,5 e Toninho alcança 13,4%.
Para a eleição de domingo, a Exata aponta que Agnelo vencerá com 54% dos votos.
Outra informação: a Exata fará boca de urna na eleição de domingo aqui no DF.





Nova pesquisa confirma: Dilma na frente

24 07 2010

Não gosto de comemorar pesquisas, porque elas não passam de retratos momentâneos – mas quando estas pesquisas trazem indicativos construídos na continuidade de cenários oa longo do termpo. Observemos que, faça chuva ou sol, Serra está ali, feito mula, empacado nos 35% – oscilando para baixo (como parece ser a nova tendência) e subindo um bocado, mais decorrência da tortura de números do que como parte de uma estratégia de fortalecimento.
Dilma tem 41% e ninguém de sã consciência haverá de dizer que apresenta qualquer sinal de fadiga em sua escalada. Ainda tem uma espectro de 18% para crescer – os que querem votar no candidato de Lula, mas não sabem quem é.

Riscos de Serra

Mas as pesquisas, por serem retratos de momento, indicam algo ainda mais assustador para o Serra: a debandada por parte de aliados, o chamado processo de ‘crisatianização’ de sua candidatura. Quem gostará de andar com um cadáver pesado no bolso?
Se tem algo que os políticos dominam com rara maestria é o chamado instinto de sobrevivência. Anastasia que o diga. Alckmin também, ao criticar os pedágios de Serra e dos tucanos…
Ou seja: vai ficar pendurado no pincel, sozinho com o índio – nu, sem documento e cantarolando para os amigos da mídia.
Talvez a dor e a angústia de Serra sejam arrefecidas amanhã, quando virá a pesquisa do DataSerra – mas terão de torturar muitos os números para extraírem outra realidade.
Enfim… agora o que nos resta é esperar pelo começo da campanha pelo rádio e TV, quando então sim se produzirá o ápice da cristianização de Serra.
Cabe lembrar que tenho dito faz tempo que a perspectiva de haver 2º turno em SP é a certeza de vitória da Dilma já no 1º turno.

Matéria do Uol

Transcrevo o material do Uol, porque é o mais ordinário de todos na abordagem da pesquisa. Percebe-se em cada entrelinha o ódio, o nojo e a raiva de Lula, Dilma, PT e do Brasil e dos Brasileiros.

Vox Populi: Dilma tem 41% das intenções de voto; Serra registra 33%

Do UOL Eleições
Em São Paulo

Pesquisa realizada pelo instituto Vox Populi e divulgada nesta sexta-feira pelo Jornal da Band mostra a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, com 41% das intenções de voto, contra 33% de José Serra (PSDB) e 8% de Marina Silva (PV). Num eventual segundo turno, a petista venceria o ex-governador de São Paulo por 46% a 38%.

José Maria Eymael (PSDC) contabilizou a preferência de 1% do eleitorado. Votos brancos e nulos somaram 4%, contra 13% dos eleitores que se disseram indecisos. Trata-se da primeira pesquisa realizada após o início oficial da campanha pelo Palácio do Planalto.

Na pesquisa espontânea, Dilma obteve 28% das intenções de voto, ante 21% de Serra e 4% de Marina. O ex-governador de São Paulo é ainda o candidato com a maior taxa de rejeição, com 24% dos eleitores tendo declarado que não votariam nele em hipótese alguma, ante 20% para a candidata do PV e 17% para a ex-ministra-chefe da Casa Civil.

No levantamento anterior, realizado no final do mês de junho, o Vox Populi contabilizou 40% das intenções de voto para a petista, contra 35% para o tucano e 8% para a candidata do PV.

A margem de erro da pesquisa é de 1,8 ponto percentual para mais ou para menos. O instituto entrevistou 3.000 eleitores entre os dias 17 e 20 de julho. A pesquisa, encomendada pelo IG e pela Bandeirantes, foi registrada no TSE com o número 19920/2010.

Cristianização – o que é?

Muito tem se falado em ‘cristinizar’ o Serra. Fui buscar na internet e acabei encontrando esta explicação no blog http://gilsonsampaio.blogspot.com e transcrevo abaixo

O QUE É CRISTINIZAÇÃO

GilsonSampaio

Eram três, os candidatos a presidência do país em 1950: Getúlio Vargas, Brigadeiro Eduardo Gomes e Cristiano Machado, respectivamente, PTB, UDN e PSD.

Tirando o tema de campanha de Getúlio, ‘Ele voltará’, os outros dois eram ridículos com vizinhança na demência.

Vote no Brigadeiro, ele é bonito e é solteiro – a reserva moral da nação!

Vote Cristiano – a cigana não se engana.

Com esses dois temas não dava mesmo para ganhar. Gegê ganhou, mas, não é o que importa agora. Vamos à cristianização.

O PSD era fortíssimo e rival natural da UDN. O mineiro Cristiano Machado foi indicado candidato à presidência sem muita convicção dos seus correlegionários. Prevendo que a presidência poderia cair nas mãos da UDN, o PSD traiu seu candidato às largas, de manhã, de tarde, de noite, com chuva e sem chuva, com sol e sem sol, e sem o menor resquício de constrangimento ou pundonor, afundou a candidatura de Cristiano ao bandear para os lados de Getúlio.

Taí. Cristianização é igual a traição.

Qualquer semelhança com os tempos de hoje, não é mera coincidência. É só ficar atento às montanhas mineiras, à caatinga e sertão do nordeste, às praias cariocas e à baixada fluminense, à floresta amazônica, ao pantanal. Só o sul mais europeizado ainda não deu sinais.

Pros candidatos miúdos, deputados e senadores, mais importante que uma possível posse de Serra, é garantir seus mandatos. Como fazê-lo sem falar mal da candidata do Lula? É um problema que se assemelha como a quadratura do círculo. A traição é muitas vezes mais fácil. Traição, não. Esse é um termo feio, usemos o eufemístico ‘cristianização’.

ET: Cristiano acreditou quando uma cigana disse que ele seria presidente ao ler suas mãos. O panaca acreditou.

Não. Não sei dizer se a Fundação Cacique Cobra Coral fez alguma previsão.





E o Ibope, quando chega?

29 05 2010

Muito estranho o silêncio do instituto de pesquisas oficial da Rede Globo e da campanha do Serra. Mesmo já se aproximando uma nova rodada de números do Vox Populi, da Census e do DataFolha – tido como instrumento auxiliar do Ibope e geralmente seus números são divulgados depois do Vox Populi e do Census, mas antes do global como forma de ir preparando o terreno para a manipulação – e nada do Ibope liberar seus números…

E a razão do silêncio é simples: nem emsmo torturando e expremendo os números, manipulando questionários, direcionando perguntas e massificando a presença do ‘coisa’ na TV e na mídia, mesmo assim não está sendo possível esconder a realidade: Dilma na frente.

Realmente a cada dia fica mais complicada a situação da campanha do candidato das elites: ninguém aceita ser vice de um cadáver adiado. Aécio fugiu, mesmo sendo chantageado por alguns empresários desesperados. Tasso Jeressatti pulou fora da idéia. Francisco Dornelles, aquele que salvou Maluf (aliado de Serra) de ser pego pela ‘ficha suja’ (e eu sou contra a proposta), nem deixou a idéia prosperar; Beto Richa, tucano do Paraná, nem recebeu Serra para tratar do assunto. Logo-logo a turma de FHC vai acabar optando por Roriz como vice de Serra. Roriz ou Yeda, são as duas melhores opções no mercado, condizentes com o perfil do exterminador.

Por falar nisto… até o vetusto O Estadão acabou revelando o desânimo da turma tucano-demoníaca: a nova amostragem da Vox Populi trará, ao que tudo indica, Dilma 5 pontos na frente do azedume e do desespero. Só 5 pontos? (confirme aqui a notícia: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100529/not_imp558472,0.php)

Portanto… preparem-se que a baixaria vai aumentar e muito…