DF: Suspeitas colocam Expansão do Setor Sudoeste em cheque

4 04 2011

Audiência Pública debate criação de uma nova quadra no Sudoeste
A Câmara Legislativa realiza audiência pública, nesta segunda-feira (4), as 15 h, no auditório da Casa, para debater a “expansão do Sudoeste”, com a criação da nova quadra 500. Um tema que divide opiniões por apresentar supostas irregularidades na criação das 22 edificações residenciais previstas em projeto para a área. A audiência é uma iniciativa do deputado Chico Vigilante (PT), líder do Bloco PT-PRB, contrário à criação da quadra.
A Licença de Instalação concedida à empresa Antares Engenharia para a construção dos 22 prédios, no fim do ano passado, pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram) foi suspensa no dia 24 de março, pela Secretária de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semah). Em fevereiro, o Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT) havia recomendado ao Ibram que revogasse a licença de instalação da quadra.
De acordo com o MPDFT, a licença foi liberada à empresa no fim do ano passado, no apagar das luzes do governo – tampão de Rogério Rosso. Funcionários do Ibram denunciaram ao Ministério Público irregularidades na concessão da licença entregue. Por exemplo, a avaliação ambiental por técnicos responsáveis não foi feita para que o documento fosse entregue à empresa.
Outra irregularidade, talvez a mais grave, é o fato de a suposta expansão no setor não constar no documento Brasília Revisitada, Decreto 10.829, de 14.10.1987, anexos I e II. No documento não há qualquer previsão de expansão do Sudoeste para uma nova quadra. (Idalina de Castro – Assessora de Comunicação deputado Chico Vigilante/PT)