Justiça determina busca e apreensão de jornal

30 10 2010

A Coligação Novo Caminho, do PT e que tem Agnelo Queiroz como candidato a Governador do DF, conseguiu na Justiça liminar concedida pelo Desembargador Mário Machado, determinando a busca e apreensão da edição 727 do DF Notícias – por trazer calúnias, ofensas e difamações contra Agnelo.
Para quem não é de Brasília, cabe lembrar que este hebdomadário (putz, há quanto tempo não usava esta palavra…) sempre foi utilizado pela turma do atraZo – Roriz, Luiz Estevão e outros – como instrumento para disseminação de calúnias contra adversários.
Esta edição 727 em verdade é uma reedição da 726 que já tinha tido ordem judicial para que não circulasse. Na cara dura, agora voltam com uma inscrição – CENSURA.
Observemos apenas o nível do texto que é veiculado no referido troço – um panfleto similar à leviandade que tem marcado as edições da Veja: “Temendo represálias da orda petista, o jornal fechou a sua sede temporariamente, e está com uma redação itinerante para produzir o semanário”.
Importante neste momento observar as recomendações que o Dr. Claudismar Zupiroli: quem localizar alguém distribuindo o referido jornal nas edições 726 e 727, deve chamar a polícia e levar para a Delegacia. Outro lembrete: também existe liminar para apreender o CD/DVD que o pessoal da Weslian está utilizando em carros de som pedindo para não votar em Agnelo porque ele será cassado.
Ou seja: este é o nível da campanha aqui no DF.





DF: as mesmas baixarias dos mesmos de semrpe

3 10 2010

Nos estertores do rorizismo continuamos a assistir os espetáculos deploráveis de panfletos apócrifos. Eles trazem o memso estilo redacional, a mesma imbecilidade conteudística. Este material traz no seu ‘dna’ as marcas do desespero e do desrespeito. Mostram a que ponto chegou este grupo que, para o bem de Brasília, está sendo varrido do mapa eleitoral.
Não é apenas Roberto Policarpo que está sendo covardemente atacado. Na sexta-feira, distribuíram panfletos contra Rollemberg no Núclo Bandeirante – tachando-o de estuprador
O que querem estas figuras decrépitas, que atuam nas sombras, que se valem da cumplicidade de uma Polícia Civil que não investiga?
Confesso: não iria votar em Policarpo para Federal, mas por conta desta vilania, desta violência covarde e solerte, ele passa a ter o meu voto.





ES: compromisso com o Brasil vence!

1 10 2010

Enquanto Dilma consolida sua liderança em nível nacional e, ao que tudo indica, deve vencer as eleições em 1º turno, lá no Espírito Santo também os candidatos identificados com o governo Lula vencerão – inclusive com as duas vagas para o Senado.
A campanha de Dilma, por sinal, é cpaitaneada pelo senador Magno Malta.
Leia a notícia da mais recente pesquisa – com destaque para o naufrágio da ‘vice’ de Serra em 2002:
01/10/2010 – 12h13
No ES, Ibope aponta vitória de Casagrande no 1º turno
FELIPE LUCHETE
DE SÃO PAULO

O senador Renato Casagrande (PSB), candidato ao governo do Espírito Santo, está 49 pontos à frente do tucano Luiz Paulo Vellozo Lucas, aponta pesquisa Ibope divulgada pela TV Gazeta nesta quinta-feira (30).

Casagrande subiu três pontos percentuais em comparação ao levantamento anterior, no início de setembro, e aparece com 64% das intenções de voto.

Vellozo Lucas também subiu três pontos e tem agora 15%, segundo o instituto.

A ex-deputada estadual Brice Bragato (PSOL) tem 2%. Dr. Gilberto (PRTB) e José Avelar (PCO) aparecem com 1% cada um. Votos brancos e nulos somam 7%, e 10% dos entrevistados disseram estar indecisos.

A pesquisa está registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Estado com o número 15658/2010. O Ibope ouviu 812 eleitores em 33 municípios do Espírito Santo, nos dias 28 e 29 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

SENADO

O senador Magno Malta (PR) lidera as intenções de voto para o Senado, com 60%. O vice-governador Ricardo Ferraço (PMDB) tem 55%.

Em terceiro lugar está Rita Camata (PSDB), com 29% das intenções de voto. Os demais candidatos somados têm 14%.

Brancos e nulos somam 5%, enquanto indecisos correspondem a 23%.





Roriz: ficha suja e desesperado

18 08 2010

A cada novo dia, Roriz, o ficha suja, tem mais razões para estar em desespero. A matéria é de ontem, já foi repisada várias vezes – mas vale a pena lê-la de novo e sempre de novo:

17/08/2010 – 22h37

TSE reafirma aplicação da Lei da Ficha Limpa nas eleições deste ano

Do UOL Eleições*
Em São Paulo

Por 5 votos a 2 os ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiram que a chamada lei da Ficha Limpa pode ser aplicada para as eleições gerais deste ano, sem que viole o princípio constitucional da anualidade ou anterioridade previsto no artigo 16 da Constituição Federal.

A questão foi debatida no julgamento de um recurso interposto por Francisco das Chagas Rodrigues Alves, candidato a deputado estadual no Ceará, que teve seu registro de candidatura impugnado pelo TRE-CE (Tribunal Regional Eleitoral do Ceará).

Na semana passada, Ricardo Lewandowski, presidente do TSE, pediu vista do julgamento do registro do candidato. O pedido de vista veio após o voto do ministro relator Marcelo Ribeiro, que decidiu pelo deferimento do registro. Ribeiro levantou a tese de que a norma vai contra o Artigo 16 da Constituição Federal, que estabelece que qualquer lei que altere o processo eleitoral deve demorar um ano para entrar em vigor.

Um dos argumentos usados por Ribeiro foi o fato de o STF (Supremo Tribunal Federal) ter votado a favor da aplicação da Lei de Inelegibilidades, de 1990, por maioria de 6 a 5, e que um dos argumentos da tese vencedora é que se a lei não se aplicasse naquele ano, não haveria qualquer critério de inelegibilidade a ser seguido.
Leia mais

Combatendo a tese, Lewandowski afirmou que a “Lei Complementar 64 não esgotou as hipóteses de inelegibilidade a que alude a Constituição, não tendo regulamentado o que se deveria entender por vida pregressa de candidato”, destacando que “tal vácuo perdurou por mais de dez anos”.

Segundo o presidente do TSE, só com a nova lei a Justiça Eleitoral pode identificar, de forma efetiva, a vida pregressa em relação ao postulante a mandato eletivo. Para Lewandowski, sem a Lei da Ficha Limpa, “não seria possível afastar preventivamente da vida pública aquele que coloca risco potencial à moralidade administrativa”, em movimento inverso que pretende a sociedade.

Quanto ao alcance da aplicação do princípio da anualidade, Lewandowski afirmou que a norma foi criada para evitar o rompimento da igualdade de participação no processo eleitoral, deformidades que alterem a ética nas eleições ou por situações motivadas por propósitos casuísticos, e que nenhum dos motivos tem a ver com a intenção da Lei da Ficha Limpa.

Lewandowski foi acompanhado pelos ministros Arnaldo Versiani, Cármen Lúcia, Aldir Passarinho Junior e Hamilton Carvalhido.

Já os ministros Marcelo Ribeiro (relator) e Marco Aurélio consideraram que a Lei da Ficha Limpa altera o processo eleitoral e que não poderia ser aplicada por ter sido sancionada a menos de um ano das eleições.

*Com informações da Agência Brasil





Pesquisa CNT/Sensus também coloca Dilma em 1º

17 05 2010

O País todo vai vivenciando nova rodada de pesquisas. E todas elas indicam que o povo brasileiro quer a continuidade do projeto do PT. Depois de dois mandatos de Lula, o primeiro trabalhador a chegar à presidência, agora será a vez de termos também a primeira mulher na presidência.

A reportagem a seguir foi extraída da Folha Online:

17/05/2010 – 11h45

CNT/Sensus indica empate técnico entre Serra e Dilma; petista aparece na frente

GABRIELA GUERREIRO

da Sucursal de Brasília

Pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta segunda-feira mostra empate técnico entre os presidenciáveis Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), com uma leve vantagem da petista sobre o tucano.

A petista recebeu 35,7% das intenções de voto, enquanto o tucano ficou com 33,2%. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Marina Silva (PV) aparece em terceiro lugar, com 7,3% dos votos, enquanto pré-candidatos como José Maria Eymael (PSDC) e Américo de Souza (PSL) ficaram, respectivamente, com 1,1% e 1%. Outros pré-candidatos mencionados na pesquisa não registraram 1% dos votos.

Folha Imagem
CNT/Sensus indica empate técnico entre Serra e Dilma; Marina  aparece em 3º lugar
CNT/Sensus indica empate técnico entre Serra e Dilma; Marina aparece em 3º lugar

Em uma segunda lista, apenas com os três presidenciáveis mais bem classificados nas pesquisas, Serra recebeu 37,8% das intenções de votos, enquanto Dilma obteve 37%.

Marina Silva recebeu 8% dos votos válidos. Os indecisos, brancos e nulos somam 17,3% nessa segunda lista. Em janeiro, edição anterior da CNT/Sensus, Serra tinha 40,7% dos votos, Dilma 28,5% e Marina 9,5%.

Espontânea

Pela primeira vez, Dilma aparece na frente de Serra na pesquisa espontânea –na qual não é apresentada a lista de candidatos aos eleitores.

A petista recebeu 19,8% das intenções de votos na espontânea, contra 14,4% do tucano.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que não é candidato, aparece em terceiro lugar na espontânea, com 9,7%. Marina Silva fica em quarto lugar, com 2,7% dos votos, enquanto o deputado Ciro Gomes (PSB) aparece em quinto lugar com 0,3% das intenções de voto –embora já tenha descartado a sua candidatura à Presidência.

Segundo turno

Num eventual segundo turno entre Serra e Dilma, a petista venceria com 41,8%, contra 40,5% para o tucano. Os brancos, nulos e indecisos somariam 17,8%.

Já num segundo turno entre Dilma e Marina, a petista teria 51,7%, contra 21,3% para a senadora do PV. Os brancos, nulos e indecisos somariam 27,2%.

Se a disputa ficasse entre Serra e Marina, o tucano teria 50,3%, contra 24,3% para a parlamentar. Os brancos, nulos e indecisos somariam 25,5%.

A pesquisa CNT/Sensus foi realizada entre os dias 10 e 14 de maio, em 136 municípios de 24 Estados. Foram ouvidas 2.000 pessoas. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número 11.548/2010.





Dilma ultrapassa Serra

15 05 2010

Ainda que os jornais pró-Serra não tenham dado nenhuma linha em seus portais, aqui vai: Pesquisa Vox Populi coloca a candidata que tem compromisso com o País na frente do trapalhão do Serra, representante do que existe de pior e de mais nefasto na vida política nacional – a turma da destruição dos sonhos de um povo, de uma nação.

‘Chupinhei’ a reportagem do portal do Correio Braziliense.

Pela primeira vez, Dilma passa Serra em pesquisa de intenção de votos

Vinicius Sassine

Publicação: 15/05/2010 17:41 Atualização: 15/05/2010 18:06

A pré-candidata do PT à Presidência da República, a ex-ministra Dilma Rousseff, aparece pela primeira vez à frente do pré-candidato do PSDB, o ex-governador de São Paulo, José Serra, em pesquisa de intenção de votos feita pelo Instituto Vox Populi.

O levantamento traz a petista com 37% das intenções de voto, em empate técnico com Serra, que tem 34% na pesquisa estimulada. A margem de erro do levantamento é de 2,2%, para mais ou para menos.

Dois mil eleitores, moradores de 117 cidades (nas cinco regiões brasileiras), foram ouvidos no levantamento. Num eventual segundo turno, Dilma e Serra também estariam tecnicamente empatados, com 40% e 38%, respectivamente, dentro, portanto, da margem de erro de 2,2%.

A pesquisa de intenção de voto espontâneo – quando o eleitor abordado pelos pesquisadores diz em quem vai votar – também aponta a liderança de Dilma Rousseff. Ela aparece com 19% das intenções de voto, enquanto Serra tem 15%. Em janeiro, cada candidato obteve 9% das intenções de votos espontâneos.

A candidata do PV, a ex-ministra Marina Silva, consolidou-se na terceira posição da pesquisa estimulada de intenção de voto, com 7%. O levantamento de votos espontâneos mostra o presidente Lula em terceiro lugar, com 10% das intenções de voto, o que confirma a popularidade do presidente (mesmo sem poder se candidatar a um terceiro mandato, Lula é citado pelos eleitores).

As regiões onde Dilma Rousseff é mais lembrada são o Nordeste (44%) e o Norte (41%). Serra lidera no Sul (44%) e está tecnicamente empatado com a petista no Sudeste.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 7 de maio de 2010, sob o número 11.266/2010. As duas mil pessoas foram entrevistas entre os dias 8 e 13. O Correio publica todos os detalhes do levantamento na edição impressa de amanhã.





Pesquisas revelam: Agnelo continua subindo

4 05 2010

As recentes pesquisas acerca das intenções de voto no DF revelaram algumas realidades interessantes. É óbvio que Roriz continua em primeiro, afinal de contas, já ocupou o Buriti quatro vezes, destruiu a qualidade de vida do DF no afã de criar um imenso curral eleitoral e tem nestas áreas a preferência eleitoral.

Mas as pesquisas também devem preocupar a sua equipe, na medida em que está em queda na preferência do eleitorado, tem pequena margem de vantagem na pesquisa espontânea e é o campeão da rejeição. Muito desta rejeição advém do fato de que o brasiliense começa a assimilar a realidade: o mensalão do Demo e que vitimou Arruda na realidade começou em janeiro de 1999.

Outro aspecto importante diz respeito à polarização que haverá entre Agnelo e Roriz. Apenas o nome de Cristovam Buarque poderia abrir espaço para alguma disputa, mas como o ex-governador parece mais interessado em garantir mais oito anos no Senado, a contenda será mesmo entre os dois que hoje lideram as pesquisas de intenção de votos.

Claro que não se trata de um quadro definitivo, mas a tendência de crescimento de Agnelo traz um novo desafio aos petistas: deixar de lado os projetos pessoais ou as brigas das tendências que se engalfinham em lutas fatricidas internas (sob o pomposo argumento de democracia interna) e colocar como prioridade a vitória de um projeto político que tenha como principal objetivo dar ao DF e aos seus moradores o direito de viver em uma cidade onde o resgate da qualidade de vida seja compromisso a ser perseguido a cada dia do mandato.

Caso tenha capacidade de superar esta fase preliminar da vaidade política, Agnelo e o PT podem voltar ao poder no DF em outubro e assim oferecer aos brasilienses uma alternativa de poder diferente… (Jornal Passe Livre 430)