DF: Roriz, Rosso e Estevão armam golpe

13 10 2010

Está tudo pronto. O trio que envolve o condenado Luiz Estevão – conforme bem disse o advogado Paulo Goyaz é muito estranho que Estevão esteja condenado, com transitado e julgado, há mais de dois anos e até agora não tenha sido publicado o acórdão mandando-o para a cadeia – o ficha-suja Roriz e Rosso, o governador de fancaria, oportunista de plantão e ególatra doentio que manda secretários de estado coagirem servidores para trabalharem abertamente pela eleição da mais ignominável toupeira política (Weslian), agora trabalham para armar um golpe – usando para isso uma ‘vantagem’.
Como se sabe, a eleição no DF só foi para o 2º turno por conta do tradicional reacionarismo de um segmento pequeno burguês que se diz de esquerda, mas que na realidade sempre trabalha de braçõs dados com a direita. O Psol amealhou entre este segmento algo como 16% dos votos, tonificados por um eleitor que se pensa consc iente, mas que serve de instrumento de manipulação da extrema-direita.
Pois bem… haverá 2º turno no DF e a despeito da grande vantagem de Agnelo (64 a 36) nas pesquisas, o trio maquiavélico está bolando algo que só mesmo quem tem a ficha criminal dos mesmos poderia colocar em prática.
Como o feriado do dia do Servidor incide numa quinta-feira e na terça-feira será dia de finados, Rosso, Roriz e Estevão estão trabalhando para mostrar uma extrema generosidade: darão ponto facultativo na sexta-feira, dia 29, e na segunda-feira, dia 1º (de novembro).
Com esta artimanha, pretednem esvaziar a cidade e assim, pela abstenção, eleger uma ‘gracinha’ de presépio como governadora do DF.
Se isto acontecer, será a mais retumbante vitória eleitoral do Psol em 2010. Similar a de Marina, do PV.

Em tempo:
No próximo fim de semana, a Exta divulga nova pesquisa com intenções de voto para Governador e Presidente aqui no DF. Lembrando que no levantamento anterior, Agnelo tinha 55% e Weslian 38%. O tracking mostra evolução de Agnelo, consolidando sua posição com algo como 58% das intenções nominais de voto, sendo que Weslian oscila negativamente dentro da margem de erro ficando como 36%.
Em relação à disputa presidencial, o tracking aqui em Brasília mostra que o quadro começa a sofrer um rearranjo, sendo que Serra oscila na margemd e erro para baixo e Dilma cresce acima da margem de erro. A previsão é que a próxima pesquisa os coloque praticamente empatados aqui no DF – o que significa dizer que Serra perde a dianteira de 10 pontos que apresentou na primeira pesquisa pós 1º turno quando o grosso dos eleitores de Marina diziam-se propensos a votar em Serra.
É esperar para ver…





Os aliados de Serra no DF

11 10 2010

Muitos atacam, questionam e criticam os apoios que a Dilma foi colhendo ao longo da caminhada. Apontam Collor, Sarney… Eu também não me sinto ‘bem’ com estas figuras por perto – mas o Collor pelo que me consta foi eleito pelo povo de Alagoas Senador e agora foi reprovado nas urnas. Sarney (a família) o mesmo em termos de Maranhão. É do jogo democrático…
Mas olhemos quem está ao redor de Serra:
Quércia
TFP
Opus Dei
Maluf
César Maia
Bornhausen
Yeda Cruzius
Arthur Virgílio
Diogo Mainardi
Marcelo Madureira
Regina Duarte
Daniel Dantas
Gilmar Mendes

A lista é imensa. Só figurinha carimbada.
Mas… e aqui no DF? Aqui no DF, a fina flor da pilantragem está com Serra. Vejamos: Roriz, Weslian, Arruda, Paulo Octávio, Luiz Estevão.
É importante observar este pequeno detalhe: todos os que apóiam o Serra estão envolvidos em falcatruas, roubos e malversações de recursos públicos. Isto não quer dizer nada?