Serra será expulso da Maçonaria?

16 10 2010

Como muito bem disse a Dilma no debate da Band, Serra tem ‘mil caras’. E todas elas têm em comum o cinismo, a hipocrisia e a falsidade.
Assim também é no quesito religioso. Serra acende uma vela para Deus e outra para o diabo. Diz ser cristão e mesmo assim é adepto da maçonaria. Daí é que começam as coisas estranhas: terá a maçonaria uma atitude filosófica coerente com os ensinamentos do Grande Arquiteto do Universo e expulsará Serra dos seus quadros por ter atentado contra a vida ao ser cúmplice do aborto praticado por sua esposa?
Nunca fui maçom, até por ter sérias divergências quanto à difusão de cultos e adorações – algo que não condiz com a minha formação religiosa e opção de vida. Mas sempre ‘aprendi’ que dentro da maçonaria, os ritos e o preceito ético tinham valor e peso – quando referendados por uma conduta pessoal.
Fica pois a dúvida: a maçonaria irá expulsar Serra como antes já expulsou Arruda por este ter sido flagrado ‘roubando’?

Em tempo:

Que fique bem claro: não faço nenhum julgamento da opção que Serra e Mônica fizeram acerca do aborto. Alegar situação de ‘vulnerabilidade’ é tão óbvio que chega a ser risível: toda mulher e/ou casal é levado ao aborto por uma situação de vulnerabilidade. O que resta aguardar é se o Serra terá uma atitude de homem e vai ser solidário com a esposa Mônica ou vai deixar sobre os ombros dela a responsabilidade individual de uma prática que, no caso do casal, sempre é tomada pelos dois.